VIII ASSEMBLEIA GERAL DA HUTURARA 2016

Operação desativa garimpo de diamante em reserva de Rondônia

Fonte: http://folhabv.com.br/noticia.php?id=134453

Três garimpos ilegais de diamante, que funcionavam na Reserva Roosevelt, no sul de Rondônia, foram desativados há dois dias por fiscais do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama), da Fundação Nacional do Índio (Funai) e por agentes da Polícia Federal. Dezessete motores e caixas separadoras utilizadas para o garimpo ilegal foram destruídos.

Representantes de etnias indígenas da Amazônia confirmaram a nova operação na propriedade onde vivem mais de mil índios da etnia Cinta-Larga, a 500 quilômetros da capital Porto Velho. A área já foi palco de um massacre, em 2004, quando 29 garimpeiros, que exploravam clandestinamente a região, foram assassinados por índios dentro da reserva.

Continue Reading

Mecanização de garimpos dificulta repressão da atividade ilegal

Fonte: http://folhabv.com.br/noticia.php?id=134454

O garimpo, como é praticado hoje na Amazônia, é caracterizado pela presença de grandes máquinas e equipamentos, diferentemente do que ocorria em épocas anteriores. A imagem clássica do garimpeiro romântico deu lugar a estruturas de grande porte, comandadas por investidores, muitas vezes, desconhecidos.

“Hoje você tem os empresários garimpeiros, que é gente que tem dinheiro, que domina as áreas e que tem garimpo e usa a mão de obra dos pequenos [garimpeiros]. São grandes escavadeiras, tratores e caminhões. Hoje é uma mineração clandestina”, define o geólogo Elmer Prata Salomão, presidente da Associação Brasileira de Pesquisa Mineral.

Continue Reading

FBV: Índios encontram restos mortais de piloto

Disponível em: http://www.folhabv.com.br/Noticia_Impressa.php?id=133952

Índios encontram restos mortais de piloto

VANESSA LIMA

fbvaug

Uma equipe do Corpo de Bombeiros do Estado resgatou, no final dessa semana, os restos mortais do piloto Mauro Sérgio Alves da Silva, 38, na região da Serra da Caveira, na Terra Indígena Yanomami. O homem desapareceu há mais de dois anos depois de levantar voo em um avião de pequeno porte em direção à reserva indígena transportando alimentos e combustível para abastecer o garimpo.

Continue Reading