VIII ASSEMBLEIA GERAL DA HUTURARA 2016

DIA DO ÍNDIO

CIR diz que Estado tem 90 mil indígenas

Para o Conselho Indígena de Roraima (CIR), data é lembrada com conquistas e desafios a serem enfrentados pelos povos indígenas no Estado

Por Luan Guilherme Correia

dia-indio-2016

Comemorado em 19 de abril, o Dia do Índio é lembrado por lideranças indígenas em todo o Estado como um misto de simbologia e representatividade aos povos nativos. De acordo com dados do Conselho Indígena de Roraima (CIR), atualmente 60 mil índios vivem nas aldeias e comunidades do Estado e 30 mil moram nas cidades, o que representa quase 20% da população.

Conforme o CIR, o Estado de Roraima possui 470 comunidades indígenas, distribuídas em 10 etnias (Macuxi, Yanomami, Patamona, Ingaricó, Wai Wai, Taurepang, Sapará, Wapixana e Xiriana). Existem 22 terras indígenas demarcadas no Estado, sendo uma, a Pirititi, que fica localizada na divisa de Roraima com o Amazonas, ainda em processo de regularização. Cerca de 10 milhões de hectares são ocupados por povos indígenas, 46% das terras do Estado.

Continue Reading

G1: ndios de RR enfrentam cidade para realizar sonho de cursar nível superior

Até março deste ano, 1.024 indígenas estavam matriculados na UFRR.
'Estamos lutando por nossa autonomia', diz indígena recém-formado.

 

universidade-2016

Todos os anos dezenas de índios das mais diversas regiões de Roraima deixam para trás seus familiares e comunidades em busca da realização de um sonho: obter um diploma universitário. Em lembrança ao Dia do Índio, comemorado nesta terça-feira (19), o G1 conversou com dois jovens universitários indígenas que vivem em Boa Vista.

Conforme números da Universidade Federal de Roraima (UFRR), até março deste ano, 1.024 alunos indígenas estavam matriculados na instituição dirigida pelo reitor descendente de indíos Jefferson Fernandes. Os cursos com maior número de indígenas são Licenciatura Intercultural, Gestão Territorial, Gestão Coletiva em Saúde, Agronomia e Ciências Econômicas.
saiba mais

Os indígenas universitários ouvidos pelo G1 relatam que as dificuldades na cidade são muitas. A primeira delas é o dinheiro, seguido pela saudade de casa e a vontade de voltar para as comunidades após o término do curso.

Continue Reading

G1: Nova remessa de sangue Yanomami levado aos EUA é repatriado para RR

Amostras de sangue Yanomami serão devolvidas nesta terça-feira (19).
Sangue Yanomami foi coletado sem autorização entre os anos 1960 e 1970.

sangue-2016

Uma nova remessa de amostras de sangue Yanomami coletadas sem autorização por pesquisadores dos Estados Unidos na década de 60 será devolvida aos indígenas nesta terça-feira (19), em Boa Vista. A repatriação deve ser feita pelo Ministério Público Federal (MPF) ao líder indígena Davi Kopenawa, presidente da Hutukara Associação Yanomami.

Segundo o MPF, esta será a terceira remessa do sangue a ser devolvida. A primeira ocorreu em abril de 2015, na comunidade de Piaú, região de Toototobi, divisa entre os estados do Amazonas e Roraima. A segunda foi feita pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, em Brasília.

Continue Reading

O Globo: Garimpos ilegais reocupam terras indígenas em Roraima e contaminam rios

Leia o diagnóstico da Fiocruz e do ISA sobre a contaminação dos Yanomami por mercúrio:

O povo Yanomami está contaminado por mercúrio do garimpo.
Estudo inédito da Fiocruz e do ISA aponta presença de altos níveis de mercúrio em habitantes da Terra Indígena Yanomami.

Funai identificou retorno da atividade em território Yanomami em sobrevoos entre novembro e dezembro

Leia mais sobre esse assunto

por Danilo Fariello
15/03/2016 17:28 / Atualizado 15/03/2016 17:42


BRASÍLIA - A Fundação Nacional do Índio (Funai) verificou em sobrevoos sobre terras indígenas Yanomami no oeste de Roraima, entre novembro e dezembro, a retomada de uma intensa atividade garimpeira ilegal. Esses voos, segundo relatórios de atividade da Frente de Proteção Etnoambiental Yanomami e Ye'kuana, revelaram imagens dessas atividades de mineração, que na região é mais intensa em ouro e diamantes.

O senador Telmário Mota (PDT-RR) disse nesta terça-feira que solicitará ao Ministério da Justiça e à Polícia Federal que faça novas buscas em ações de garimpo ilegal em terras indígenas do estado. Ele lembrou que, há quatro anos, a Polícia Federal promoveu uma operação na região contra os garimpeiros, em que se destruiu uma draga que era utilizada na atividade de mineração.

Continue Reading