VIII ASSEMBLEIA GERAL DA HUTURARA 2016

Mídia Ninja: Índios Yanomamis contra Temer


Davi Kopenawa, líder e escritor indígena Yanomami, e Dario Yawarioma, coordenador da Hutukara Associação Yanomami, se posicionaram contra o governo interino e ilegítimo de Michel Temer e contra Romero Jucá à frente do Ministério do Planejamento do Brasil. Segundo ele, quando Jucá foi Presidente da FUNAI (Fundação Nacional do Índio) entre 1986 a 1988, e durante sua atuação defendia a exploração de recursos naturais nas terras indígenas e foi acusado inúmeras vezes de promover contratos ilegais com madeireiras. Já como governador de Roraima, passou a defender a permanência de garimpeiros invasores no território Yanomami.

Indígenas e integrantes do Conselho Indigenista Missionário (Cimi) alertaram a ONU para intenções declaradas por Temer no sentido de retroceder nos direitos fundamentais destes povos.

O movimento indígena questionou o novo ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, sobre o risco de revogação de demarcações pelo presidente interino e exclusão da Fundação Nacional do Índio (Funai) e Conselho Nacional de Política Indigenista (CNPI) da lista da reorganização dos ministérios.