VIII ASSEMBLEIA GERAL DA HUTURARA 2016

Hutukara contra mineração

{youtube}9wdKhuVlnN8{/youtube}                         Hutukara contra mineração

Amazonian Indians on borrowed time

Amazonian Indians on borrowed time

 

Amazonian Indians on borrowed time from OMCT / SOS-Torture Network on Vimeo.


OMCT presents his third documentary "Amazon Indians on borrowed time".
This film, directed by Daniel Schweizer, is part of OMCT sponsorship project "Defend the Defenders".

The film follows a mission of OMCT in Brazil, accompanied by the sponsor and actress Noémie Kocher, showcasting human rights defenders of indigenous peoples rights, Megaron and Davi Yanomami Kopenawa.
The documentary illustrates the challenges and threats facing the indigenous Yanomami and Kayapo and their defenders on the construction of Belo Monte hydroelectric dam and illegal mining in Amazonia.

 

Yanomami mark 20 years of land recognition

Yanomami mark 20 years of land recognition

 

Yanomami mark 20 years of land recognition from Todd Southgate on Vimeo.

Representantes das 37 regiões da Terra Indígena Yanomami discutiram plano para o futuro, firmaram pacto contra mineração e elegeram nova diretoria em meio aos festejos que incluíram cantos, danças e diálogos cerimoniais

Entre os dias 15 e 20 de outubro mais de 700 representantes yanomami reuniram-se na aldeia Watoriki (Demini), no Amazonas, na VII Assembleia Geral da Hutukara Associação Yanomami (HAY) que teve como tema os 20 anos da homologação da Terra Indígena Yanomami.

A reunião intercalou debates acalorados, caso da mineração, com danças, cantos e os tradicionais diálogos cerimoniais, o wayamu.

Documentário Tawaieh: I Seminário de Intercâmbio

{youtube}mMvXCHDz5ig{/youtube}

Documentário Tawaieh: I Seminário de Intercâmbio

 

Temos o prazer de apresentar " O documentário Tawaieh, fruto do I Seminário de Intercâmbio de Experiência de Educação Escolar Indígena do Amazonas" realizado em março 2013 na aldeia Nova Esperança, Rio Marau, território Nusoken-Sateré-Mawé e organizado pela Associação Serviço e Cooperação com o Povo Yanomami-Secoya e o Instituto de Cooperação Econômica Internacional. O Seminário teve por objetivo a troca de experiências entre professores Ticuna, Marubo, Matís, Tukano, Tuyuka, Yanomami e Sateré-mawé e realizar um verdadeiro “puxirum pedagógico e cultural”, identificando os atuais problemas e apresentando sugestões para a melhoria da educação escolar diferenciada no estado do Amazonas".

O mesmo foi produzido por: Tawaieh - Tawa Ipakup Ekatup Hap - equipe de professores Sateré-Mawé.

Silvio Cavuscens
Coord. Geral da Secoya